Blefaroplastia

Blefaroplastia é o nome técnico para plástica palpebral. Existem dois tipos de blefaroplastia: superior e inferior. Com o decorrer dos anos, a pele da pálpebra superior vai se tornando flácida e caída, o que prejudica o campo visual. Já nas pálpebras inferiores, há protrusão das bolsas de gordura e flacidez de uma estrutura rígida chamada tarso, o que confere um olhar cansado, sobretudo ao amanhecer. A blefaroplastia consiste na retirada do excesso de pele palpebral e tratamento das bolsas de gordura excessivas, além do fortalecimento da estrutura de sustentação lateral das pálpebras inferiores.

Usualmente, quando uma blefaroplastia inferior é procedida, são dados pontos nos cantos laterais dos olhos, o que é chamado de cantopexia. O objetivo é evitar a retração palpebral inferior ou esclera aparente (“scleral show”)/ectrópio. Para casos de grande frouxidão das pálpebras inferiores, técnicas mais avançadas de cantoplastia devem ser executadas, como o “tarsal strip”. O cirurgião deve reconhecer dificuldades como essa no pré-operatório, por meio da avaliação do vetor (análise da região malar em relação à região orbital) e de testes específicos (“snap-back”e “distraction test”).

É comum se associar ao quadro de envelhecimento palpebral a ptose superciliar (queda das sobrancelhas), que pode ser tratada das seguintes maneiras:

  • Aplicação de toxina botulínica ou de preenchedor para casos leves;
  • Elevação pela própria incisão de blefaroplastia, ou lifting transpalpebral;
  • Cirurgia de Castañares, que consiste na retirada de pele imediatamente acima do supercílio;
  • Ascensão da sobrancelha por meio de fios;
  • Lifting frontal endoscópico ou por videocirurgia;
  • Frontoplastia por incisão coronal ou pré-capilar.

Benefícios da Blefaroplastia

  • Melhora a autoestima e a estética;
  • Rejuvenescimento do olhar;
  • Melhora o funcionamento do músculo elevador;
  • Restabelecimento da posição das sobrancelhas;
  • Melhora do campo visual.

 

Tempo de cirurgia: 1-2 horas

Tipo de anestesia: local, ou local + sedação

Tempo de retorno ao trabalho: 7 dias

Ainda, deve ser avaliada a presença de ptose palpebral verdadeira, que é quando há um déficit da ação da musculatura que levanta a pálpebra. Essa condição requer cirurgia reparadora específica, que pode variar da plicatura do músculo elevador da pálpebra superior à utilização de enxertos para sustentação na testa.

Ressalta-se que a blefaroplastia é uma cirurgia que pode ser realizada até mesmo sob anestesia local, e que possui rápida recuperação. Geralmente os pontos são retirados ainda na primeira semana de pós-operatório e o(a) paciente deve evitar calor e exposição solar por um mês.

Existe também a possibilidade de associação das plásticas palpebrais ao lifting facial, de modo a realizar um tratamento mais completo do envelhecimento facial. Outro procedimento que pode ser executado no mesmo tempo cirúrgico é a lipoenxertia, sobretudo na forma mais fina possível, a “nanofat”, que melhora a textura da pele palpebral.

É importante contar com um cirurgião plástico ou um oftalmologista especialista em plástica palpebral experiente no assunto, já que as pálpebras são estruturas extremamente delicadas e expostas na face.

Conte com um médico especialista e com as mais modernas tecnologias.

A cirurgia plástica ideal para mudar a sua vida!

Leandro de Aquino - Doctoralia.com.br

Instagram

Saiba mais sobre o meu trabalho e rotina!

Realizamos uma lipoescultura m…
É com satisfação que apresento…
Ontem, sexta-feira, realizamos…
Um caso bastante distinto dos…
A blefaroplastia superior ampl…
Hoje, realizamos uma cirurgia…