Cirurgia Íntima

A cirurgia íntima é também conhecida como ninfoplastia. O motivo mais comum para a realização de plástica genital é a hipertrofia dos pequenos lábios. O aumento dessas estruturas é congênito (desde o nascimento) na maioria dos casos, mas pode ocorrer com a idade, após o parto, por irritação crônica ou por hormônios. 

A cirurgia para redução está indicada a partir dos 12 anos de idade, sendo o desconforto e a baixa autoestima os principais incentivadores. Sabe-se que muitas mulheres desejam pequenos lábios retos, finos, de coloração clara e que sejam simétricos, mas um ideal de beleza nessa região não existe e nem é nosso intuito. Existe mais de uma técnica cirúrgica disponível. De toda forma, pequenas complicações ocorrem em menos de 2% dos casos, e não costumam interferir nas relações sexuais.

Benefícios da Cirurgia Íntima

  • Melhora a autoestima;
  • Reduz desconforto para urinar;
  • Alivia dor com uso de determinadas roupas;
  • Melhora o desempenho sexual;
  • Rápida recuperação.

 

Tempo de cirurgia: 1 hora

Tipo de anestesia: local, local + sedação, ou raquianestesia + sedação

Tempo de retorno ao trabalho: 1-5 dias

 

Outras cirurgias estéticas menos comuns da genitália feminina são as antagônicas redução dos grandes lábios, e lipoenxertia desses mesmos órgãos. Sabe-se que com o passar dos anos ocorre a atrofia dos grandes lábios, que pode ser reduzida com enxerto de gordura. Contudo, casos em que há excesso de pele podem necessitar de técnicas de ressecção.

Lipodistrofia (acúmulo de gordura em locais indesejados) e queda do monte pubiano são queixas mais comuns, e são rotineiramente tratadas durante a plástica abdominal.

Quanto às cirurgias estéticas da genitália masculina, podem ser feitos os seguintes procedimentos cirúrgicos:

  • Os controversos alongamento e/ou aumento da circunferência do pênis, sem resultados bem-definidos e ainda com possível reconstrução desafiadora;
  • Teia penoescrotal, causada principalmente por um excesso de ressecção da pele peniana durante a circuncisão;
  • Tratamento do excesso escrotal, seja ele por frouxidão do envelhecimento, por aumento congênito, secundário à hidrocele, à varicocele ou por linfedema;
  • Pênis escondido, que frequentemente está relacionado ao acúmulo de gordura púbica.

Qualquer que seja o motivo para a busca de uma cirurgia plástica genital, não deve haver preconceito ou barreiras em função da região anatômica. Caberá ao cirurgião plástico analisar a sua queixa e avaliar a possibilidade cirúrgica.

Conte com um médico especialista e com as mais modernas tecnologias.

A cirurgia plástica ideal para mudar a sua vida!

Leandro de Aquino - Doctoralia.com.br

Instagram

Saiba mais sobre o meu trabalho e rotina!

Realizamos uma lipoescultura m…
É com satisfação que apresento…
Ontem, sexta-feira, realizamos…
Um caso bastante distinto dos…
A blefaroplastia superior ampl…
Hoje, realizamos uma cirurgia…