Ginecomastia

Ginecomastia é definida como o aumento do tecido mamário estromal e glandular das mamas no sexo masculino. Deve ser diferenciada da pseudoginecomastia ou lipomastia, que é a condição em que há acúmulo isolado de gordura, comum em homens obesos. A ginecomastia verdadeira é uma doença comum, acometendo 8 em cada 100 mil indivíduos e respondendo por 65% das patologias mamárias benignas no homem.

Quanto às causas, existe a fisiológica, com um pico sobretudo na adolescência e com regressão em até 24 meses, e outras etiologias: excesso de estrogênio, produção e ação alterada de testosterona (aqui se destacam tumores testiculares), medicamentos como finasterida, anfetaminas, heroína, cetononazol, maconha e anabolizantes. Há ainda a ginecomastia familiar e aquela sem causa clara, chamada de idiopática.

Benefícios da Ginecomastia

  • Aumento do conforto corporal;
  • Aumento da autoestima;
  • Melhora na harmonia e na simetria corporal;
  • Sentimento de bem estar corporal;
  • Possibilidade de hipertrofia muscular com enxerto de gordura.

 

Tempo de cirurgia: 1-2 horas

Tipo de anestesia: geral, ou anestesia peridural + sedação

Tempo de retorno ao trabalho: 7 dias

Existe tratamento clínico com drogas como clomifeno, tamoxifeno e danazol, mas sua eficácia reduz muito após dois anos do surgimento dos sintomas. É quando se indica a cirurgia, cuja técnica depende do grau de ginecomastia. A classificação mais utilizada é a de Simon:

Grau I: aumento pequeno da mama, visível, sem excesso de pele;

Grau IIa: aumento moderado da mama, sem excesso de pele;

Grau IIb: aumento moderado da mama, com excesso de pele;

Grau III: acentuado aumento da mama, com grande excesso de pele.

Classicamente, a incisão é semi-circular na borda inferior da aréola, e por aí o tecido fibro-glandular é removido. Entretanto, casos com maior flacidez cutânea exigirão alguma retirada de pele ou até mesmo uma verdadeira mamoplastia redutora pelo sulco infra-mamário (técnica semelhante à da mastectomia masculinizadora). Seja qual for o acesso, a lipoaspiração de definição torácica é frequentemente associada, e a gordura lipoaspirada pode ser enxertada no músculo peitoral maior e/ou nos ombros, o que poderá resultar em um desejado aumento do volume muscular.

Caso você apresente ginecomastia, não hesite em procurar um cirurgião plástico. Ele irá buscar o motivo de sua alteração e irá oferecer o adequado tratamento cirúrgico, interrompendo a insatisfação com sua aparência.

Conte com um médico especialista e com as mais modernas tecnologias.

A cirurgia plástica ideal para mudar a sua vida!

Leandro de Aquino - Doctoralia.com.br

Instagram

Saiba mais sobre o meu trabalho e rotina!

Realizamos uma lipoescultura m…
É com satisfação que apresento…
Ontem, sexta-feira, realizamos…
Um caso bastante distinto dos…
A blefaroplastia superior ampl…
Hoje, realizamos uma cirurgia…