Lipoescultura

O termo lipoescultura refere-se à modelagem corporal por meio das cirurgias de lipoaspiração e lipoenxertia. O ponto principal é a aspiração de gordura de locais onde ela está acumulada. Isso é feito por meio de cânulas, processo desenvolvido na década de 1980 por Yllouz, e que se tornou o procedimento cirúrgico mais realizado em Cirurgia Plástica mundialmente.

As áreas mais comumente aspiradas são: braços, dorso (costas), abdome, quadris, flancos, coxas, culotes, joelhos, tornozelos e pescoço. É importante ressaltar que existem limites para a lipoaspiração! Para se evitar sangramentos excessivos, no máximo 7% do peso ou 40% da superfície corporal podem ser lipoaspirados. Soluções com adrenalina são infiltradas antes da aspiração para justamente minimizar essa perda sanguínea.

Utilizamos, em nossas cirurgias, o aparelho de lipoaspiração tradicional à vácuo, e o aparelho de vibrolipoaspiração da empresa FAGA, chamado VibroFit. Esta tecnologia facilita a aspiração de gordura por meio de vibrações, o que torna o ato cirúrgico mais agradável, reduz o tempo de cirurgia, eleva a segurança do procedimento, e contribui para uma recuperação mais rápida do(a) paciente. Há cirurgiões que também fazem uso de ultrassom (Vaser ou Safer) ou laser para emulsificação da gordura antes da aspiração, o que facilitaria seu trabalho. Rotineiramente fazemos isto com uma cânula específica do aparelho VibroFit.

O paciente mais esclarecido muitas vezes já tem buscado por novas tecnologias para retração de pele, sendo exemplos o Renuvion, o Argoplasma e o BodyTite. Todos estes aparelhos carecem de estudos clínicos robustos, mas há indícios de que a pele se torna mais firme. É fundamental o entendimento de que os resultados não são milagrosos, de que uma ressecção de pele pode ser mais efetiva em diversas ocasiões, e de que o custo torna-se mais elevado. Tendo ciência de tudo isso e não desejando uma cicatriz de abdominoplastia, por exemplo, as tecnologias de retração de pele têm o seu lugar. Inclusive, disponibilizamos o aparelho Renuvion em nossas cirurgias no Hospital Dia Thymos.

Outra nova tendência é a lipo HD ou lipo LAD (em alta definição), que difere da técnica tradicional por ser executada em um plano mais superficial e de maneira assimétrica, de modo a valorizar o contorno muscular dos pacientes. Baseia-se no princípio anatômico de que algumas áreas corporais possuem uma menor quantidade de gordura, como as linhas alba e semilunares no abdômen, ou o sulco deltopeitoral no tórax masculino. Independentemente do tipo de lipoaspiração, o paciente ideal é aquele que mudou seu estilo de vida, alimentando-se com uma dieta balanceada e praticando exercícios regulares. Essa população obtém resultados mais duradouros. 

Benefícios da Lipoescultura

  • Retirada de gordura localizada indesejada;
  • Aumento da autoestima;
  • Melhora na harmonia e na simetria corporal;
  • Melhora do contorno glúteo;
  • Aumento da projeção do bumbum;
  • Aumento da definição e do volume muscular.

 

Tempo de cirurgia: 3-4 horas

Tipo de anestesia: geral, ou anestesia peridural + sedação

Tempo de retorno ao trabalho: 7 dias

A gordura aspirada pode ser transplantada para uma região onde há falta! É a tão famosa lipoenxertia, que como foi dito, faz parte do contexto de lipoescultura. Para realizar esse tipo de procedimento, é necessário algum tipo de tratamento da gordura, como decantação ou centrifugação. Não é possível predizer qual quantidade de gordura que será integrada ao organismo, logo, é comum enxertar um volume maior que o necessário. Além da capacidade de volumização, o enxerto de gordura permite a melhora da qualidade da pele, como nos casos de reconstrução mamária ou em pacientes queimados. Acredita-se que isso seja pela presença de células tronco no tecido adiposo. Pelo mesmo motivo, hoje em dia tem sido descrita a lipoenxertia intramuscular para hipertrofia, que é um procedimento guiado por ultrassom e que pode ser executado em diversos músculos do corpo, sendo os mais comuns: reto abdominal (U-graft), deltoide (ombro), peitoral maior, eretores da coluna, vastos medial e lateral (da coxa), trapézio, bíceps e tríceps braquiais.

De um modo geral, o local mais requisitado para que seja feita a lipoenxertia é o bumbum. Para se ter uma ideia, a gordura é responsável por 50-60% dos volumes glúteos femininos, o que traduz feminilidade. Então, o enxerto de gordura é uma ferramenta fundamental no contexto da gluteoplastia (plástica do bumbum), principalmente para aquelas pacientes com IMC maior que 24 e manequim maior que 42.

E quem for mais magra? Aí nesses casos não há gordura suficiente para a realização do enxerto, e a opção de plástica na região glútea passa a ser por meio de próteses. De modo semelhante às próteses mamárias, existem diversos formatos, como anatômico, redondo ou oval. As próteses glúteas são mais resistentes que o silicone habitual das mamas, e geralmente são posicionadas nos planos intramuscular ou subfascial. Complicações são evitadas de acordo com os tipos de incisões para colocação das próteses, não deixando o implante em posição subcutânea e não enxertando mais de um litro de gordura por glúteo. Vale ressaltar que as gluteoplastias por prótese e por gordura podem ser associadas!

Para definir qual a cirurgia indicada para seu caso, é essencial a consulta médica com um cirurgião plástico. Ele também irá te orientar quanto aos cuidados pós-operatórios, como uso de malhas e drenagem linfática, e sanará eventuais dúvidas.

Conte com um médico especialista e com as mais modernas tecnologias.

A cirurgia plástica ideal para mudar a sua vida!

Leandro de Aquino - Doctoralia.com.br

Instagram

Saiba mais sobre o meu trabalho e rotina!

Realizamos uma lipoescultura m…
É com satisfação que apresento…
Ontem, sexta-feira, realizamos…
Um caso bastante distinto dos…
A blefaroplastia superior ampl…
Hoje, realizamos uma cirurgia…